Ela passou na entrevista de inglês e conseguiu uma nova vaga de emprego.

“Eu tenho um sonho que é falar fluentemente o idioma “Inglês” e assim me tornar uma profissional especialista e completa na minha área de atuação e conseguir conquistar todos os meus objetivos profissionais e poder contribuir com minha alta performance na empresa a qual estiver inserida.”

Hoje nós resgatamos a história de Lidi Nascimento, (sim a Lidi, porque nós já somos bem íntimos desta profissional incrível).

Você já a  conhece de artigos anteriores e sabemos muito do  perfil dessa mulher guerreira que não para, e corre atrás dos sonhos e com certeza está no caminho certo para alcançar a fluência do inglês e nós the family embassy estamos com ela.

“Quando saí da última empresa em que estava trabalhando há 3 anos, a Rosneft, eu fui desligada por conta de que a mesma não tinha mais interesse em continuar com o projeto de exploração petróleo e gás na bacia do Rio Solimões no ano de 2021, porque ela vai voltar para a Rússia ( porque ela é uma empresa Rússia ), eu fui desligado da empresa no dia 2 de setembro de 202 e foi quando eu iniciei os meus processos seletivos para continuar com mesmo patamar e  no mesmo nível de pleno, porque  o meu sonho o que eu almejo para desenvolvimento e da minha carreira profissional é me tornar uma especialista de recursos humanos com a experiência e habilidades de lidar com todos os sistemas de recursos humanos, com inglês influente, essa é minha missão é onde eu almejo chegar. Então eu iniciei minha inscrição de processo seletivo em uma empresa chamada COMMOSCOPE, essa empresa faz Network, ela trabalha produzindo cabos de wireless, modem e etc., ou seja é uma empresa voltada para área de tecnologia. Em paralelo a essa entrevista, eu também fiz um processo para a empresa LG, para vaga de pleno.

Na LG foi muito interessante eu assisti um vídeo falando sobre as vagas que de repente você não acha interessante mas que necessitem do idioma inglês e no vídeo falavam sobre como  é importante você testar e treinar o idioma, então eu fui nesse naipe, nessa linha de testar meu inglês na entrevista foi a minha primeira entrevista usando o idioma que eu fiz utilizando o idioma. Consegui passar pelas três etapas mas eu não fui a pessoa selecionada. O qu eme foi  foi justificado foi perfil da vaga,  e por pretenção salarial, então eu fiquei no banco de dados, esse foi o feedback que eu recebi, porém não passei no processo seletivo para etapa final em paralelo a isso eu fiz ou outro processo na PST eletrônics, que a empresa que eu estou atuando hoje na vaga de analista pleno, a entrevista não foi completamente em inglês, foi em português em inglês, mas eu precisei me apresentar em inglês falar das minhas experiências, do meu histórico laboral. Para a COMMOSCOPE, empresa onde também passei no processo seletivo onde a vaga era para especialista de recursos humanos – UAU O MEU SONHO-  mas eu optei dar um passo atrás e escolhi a PST porque lá a vaga era para  analista pleno,e eu já conheço a empresa, já conheço os benefícios, já conheço as formas de lidar e é uma empresa americana então o idioma é o dos americano,  para mim na minha concepção o idioma é o nativo dos negócios e de comunicação mundial. Logo, para mim esse contato seria melhor do que com a COMMSCOPE, que é uma empresa de mexicanos e bolivianos onde o idioma deles nativo é o espanhol. Bom, eu fiz a entrevista com três gestores o gerente de RH que mora em São Paulo porque a sede da empresa é lá, e também com dois gerentes do México, mas tudo em inglês foi um desafio muito grande eu busquei ajuda e apoio da embassy, eu fiz 10 AULAS VIPS, para conseguir me destacar e conseguir responder as perguntas que eram feitas em inglês, então 

eu estudei muito, me preparei muito, e claro  tudo com ajuda da embassy, consegui  o resultado esperado, tanto que eu tenho duas propostas. 

Por: Fernanda Souza

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *