Aluna Embassy, Ana Gabriela é empreendedora, artista e futura advogada.

Especificar nossos objetivos antes de procurar o caminho, deve ser sempre nossa prioridade. Os objetivos a serem alcançados devem sempre estar alinhados aos nosso valores, nossos princípios orientadores dos quais não queremos e jamais podemos nos afastar. O escritor norte-americano John Schaar diz: “ O futuro não é resultado de escolhas entre caminhos alternativos oferecidos pelo presente, e sim um lugar criado. Hoje Ana Gabriela Martins de Souza, uma das ganhadoras da bolsa de inglês no programa histórias de Sucesso da Embassy, vai nos contar seus sonhos, planos e objetivos para o futuro.

Meu interesse em aprender o inglês veio desde pequena, com o meu maior objetivo: estudar fora (alcançar o mundo através de meus estudos) eu venho estudando para ingressar em uma Universidade, pois meu plano de vida tem sido fazer Direito futuramente; além disso, quero aprender o inglês  na Embassy para que ele agregue em meu currículo, hoje em dia a grande verdade, é que  para ser contratado é necessário  se destacar, e o inglês me ajuda bastante, além de me trazer um novo conhecimento de mundo. Quero poder investir em mim quanto a tempo, e para isso, venho estudando bastante, meu desejo é ajudar minha família através dos meus estudos e um dia recompensá-los por todo o esforço que fazem em mim.

Minha mãe recentemente começou  uma lojinha de bolos, inauguramos a menos de  1 ano uma confeitaria e estamos nos estabilizando. Minha vida tem sido dedicar meu tempo para estudar na escola, no inglês e ajudar ela a fazer os bolos. Tem sido incrível aprender Inglês na Embassy, pois os mesmos me ajudam a entender e ter uma melhor visão de mundo e dos negócios, então procuro sempre ter um equilíbrio entre meus objetivos e afazeres, e melhorar sempre, estudando pro vestibular e ao mesmo tempo me dedicando no inglês.

Eu acredito que o  futuro não é um lugar para onde estamos indo, e sim um lugar que estamos concebendo. Os caminhos não são para ser descobertos e, sim, feitos. E a ação de fazê-los ocasiona mudanças tanto no fazedor  quanto no destino.”

Por: Fernanda Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *